20/10/2017

TOP 5: Protagonistas Feminas de Terror com e sem Maquiagem

Que as mulheres estão presentes em todas as profissões possíveis, ninguém mais tem dúvida. Também é verdade que elas são bem melhores que homens na maior parte delas (além de serem mais bonitas e inteligentes 😁). Bom, o fato é que neste post vamos lhes trazer uma seleção com incríveis protagonistas de terror selecionadas entre os grandes clássicos do gênero comparando-as com e sem maquiagem.



17/10/2017

TOP 5 - Fotos de Fantasmas #2

Muitas pessoas acreditam fortemente em fantasmas e espíritos, sejam eles seus entes queridos que resolveram ficar aqui após a morte ou entidades que nos perseguem por alguma razão. Ao longo dos anos, câmeras e equipamentos de vídeo também capturaram coisas estranhas, que não foram vistas pelos fotógrafos ou pelos fotografados. Convidamos você a conferir a segunda parte (a primeira está aqui) deste post e ver, com seus próprios olhos, essas fotos que, supostamente, flagraram a existência de fantasmas.


12/10/2017

7 Superstições para a sua Sexta-feira 13

Olá assustados! Todo mundo já ouviu falar em alguma superstição relacionada a esta data tão infame. O próprio universo do Jason (cujo jogo mais recente você pode conferir aqui) está diretamente relacionado à atmosfera de terror que esse dia carrega. Confira a seguir dicas que especialistas paranormais costumam indicar para evitar problemas.




14/08/2017

Os Demônios dos 7 Pecados Capitais

A lista dos 7 Pecados Capitais é parte da doutrina cristã, e descreve os principais desvios de moral cometidos pelo homem. Com base na tradição religiosa, cada um deste pecados é regido por um príncipe demônio, os quais iremos descrever a seguir.


11/08/2017

Conto: A Queda de Anael



Era interessante observar as crianças brincarem no parquinho. Seres tão inocentes, tão desprovidos do conhecimento da maldade nesse mundo, que me faziam sentir vontade de ser um deles. Ficavam felizes por poucas coisas, e era mais fácil para mim fazê-los felizes, também.

Não, não pense que meu trabalho é este, porque não é mesmo. Deixar crianças felizes não me dava tanta energia quanto deixar adolescentes e adultos felizes. Com os adolescentes, era como se eu fosse alimentada cinco vezes mais que com adultos e dez vezes mais que com crianças. A adolescência é a fase com mais riscos de desenvolvimento de depressão, portanto a idade que mais me interessava.