10/05/2017

Creepypasta: O Recomeço



Alguns anos no futuro...


- Papai, por que eles nos odeiam?

- Oh, querida! Pode parecer que eles nos odeiam mas, na verdade, eles nos escolheram.

- Mas papai, porque eles estão fazendo isso?

- Não sei querida, mas, infelizmente, essa é a vontade deles. Esta será a última vez que isso acontece, o mundo vai ver... Há um velho ditado que diz que é preciso destruir antes que se possa criar. É como quando você brinca com seus blocos de montar. Antes de construir algo novo, você tem desmontar o que tinha feito antes. A mesma coisa acontece com os homens e as cidades.

- Eles não poderiam ter escolhido outro lugar?

- Eles poderiam sim, meu bebê, muitos outros. Mas fomos os escolhidos. Não havia comida suficiente e para eles, nós consumíamos demais, por isso que há tanta maldade no mundo agora."

- Entendi, papai.

- Já faz nove minutos desde que as sirenes tocaram e eu quero que você seja corajosa, meu anjo. Vamos ser imortais depois de hoje, isso significa que nós vamos viver para sempre. Sem mais dor, sem mais fome, sem mais lágrimas. Isso não soa tão ruim, não é?

- Temos que nos despedir agora, papai?

- Não, querida, daqui a pouco nós vamos nos encontrar de novo. Eu te amo muito minha filha! Estou muito orgulhoso de você!

*****

A família Smith está na frente de uma grande laje de mármore. Eles apertam as mãos e fecham os olhos. As lágrimas que rolam de seus rostos evaporam imediatamente assim como seus corpos, uma vez que a explosão nuclear os alcança. Tudo o que restou foi uma mensagem pintada no chão de mármore: "Nós perdoamos vocês, construam algo melhor."



Revisão: tia Val